Wednesday, February 16, 2005

FASE DA PUNHETA...

Lembro da minha pré adolescência...foi cheia de descobertas eróticas como a de todos os garotos...eu tinha 10 aninhos e isso se estendeu até os 18 anos...descobri a punheta com 10 anos...comecei a me tocar e gostei...lembro direitinho da minha primeira gozada...foi no banheiro...pensando na Carla...uma amiguinha e coleguinha de escola...saiu dois jatinhos de porra e meu pau ainda em formação saltou de tesão e prazer...que fase boa...tudo era motivo para sentir tesão...desde então comecei a me tocar todos os dias...às vezes mais de uma vez por dia...antes de dormir eu era obrigado a me masturbar, se não eu não conseguia dormir de tesão...meu pau doía...logo descobri que meus amiguinhos também gostavam disso...às vezes a gente se encontrava para tocar uma, coletivamente...cada um na sua...era bom demais ver aqueles caralhinhos duros de tesão...lembro uma vez que estávamos reunidos no porão da minha casa em cinco meninos na faixa dos 10 a 12 anos...foi quando o Ricardo resolveu dar o cuzinho para o meu tio de 13 anos...que era o mais velho...gemeu de dor mas sentou no pau dele...a gente ficou olhando e punhetando...lembro do jeito que eu gozei...foi demais...minha porra voou longe umas três vezes...a gente ficava secando a bunda um do outro...era um tesão...a gente não tinha nem pentelho ainda...depois descobri uma coleção de revistas pornográficas na casa da minha tia...eu ia lá todos os dias...as revistas ficavam guardadas num depósito no fundo do quintal...eram do meu tio...tinha muita sacanagem lá...eu tinha 12 anos e aí sim que eu comecei punhetar meu cacete ainda pequeno e sem pentelhos...tinha cada cena...eu gostava de gozar em cima delas...na boca...nos peitões...na bunda e na buça...me divertia muito...sozinho...às vezes tocava uma para homenagear minhas vizinhas...coleguinhas de classe e até professoras...foi uma fase deliciosa...gozei muito e aprendi muito com a observação e a prática manual...morria de vontade de foder uma xana mas não tinha coragem de chegar e pedir...não sabia como...porém, sempre desejei foder pela primeira vez com uma mulher que eu gostasse de verdade...com alguém que eu estivesse realmente apaixonado...e isso ocorreu quando eu tinha 18 anos de idade...e foi uma história de foda e amor que durou cinco anos...mas isso eu conto quando tiver tempo...

Saturday, November 06, 2004

PRIMEIRA TRANSA...

Lembro da minha primera transa...eu tinha 18 anos e ela 19 anos...eu era virgem...para um garoto era muito tarde...mas sempre fui sonhador e romântico...sempre desejei transar pela primeira vez com uma mulher que eu amasse de vedade...pela qual eu realmente estivesse apaixonado...e ela, a Vau, foi a primeira mulher que amei intensamente...ela era magrinha, delicada, meiga e super carinhosa...bem gostosa...tinha os peitinhos médios...cabiam na palma da minha mão...tinha um bumbum perfeito...barriguinha lisinha...costas lindas...um sorriso encantador..cabelos compridos e crespos...morena clara...ela era de Minas Gerais...a gente estudava na mesma universidade na cidade de São Paulo...nos apaixonamos e nossa primeira transa rolou só depois de três meses que estávamos juntos...ela tinha uma bucetinha linda..depilada...só com um risquinho de pentelhos pretinhos na frente...bem cheinha e fechadinha...uma dia quando a gente estava na sala da casa dela sozinhos...no maior amasso...beijos e abraços...passsadas de mãos por cima da roupa...meu pau estava estourando de tesão e ela estava toda molhada...pude sentir quando passei a mão no meio de suas pernas...ela estava com uma calça apertada...deitamos no tapete da sala... e rolamos...abraçados...nos beijávamos intensamente...fomos para o sofá...ela passou a mão no meu caralho e sentiu ele bem duro...deitamos no chão...levantei sua blusa...e comecei a chupar seus peitinhos...lamber...mamar como um menino...me senti criança novamente...foi lindo e gostoso...eu estava tocando numa mulher pela primeira vez...fui descendo e beijei aquela barriguinha linda e lisinha...ela tinha um corpo lindo...abri sua calça...ela gemia de prazer...veio por cima de mim...tirou minha camisa e começou a beijar minha barriga...tinha e ainda tenho um corpo sarado...percebi que ela fazia tudo o que eu fazia...senti seu corpo tremer de tesão quando tirei sua calça...quando abaixei sua calçinha e beijei sua xaninha...que delícia...eu estava quase gozando...era minha primeira vez e era com quem eu amava e desejava...legal...ela também fez o mesmo e meteu sua mão por dentro da minha calça e pegou meu caralho...que mãos gostosas...ficamos pelados e nos beijando...abraçados...meu pau tocava sua pomba...suas pernas...então ela ficou deitada de costas e com as pernas bem abertas...pude ver aquela que seria minha primeira xoxota...segurei meu pau e fui em direção ao seu buraquinho quente...quando senti aquela coisa quente e apertada comprimindo a cabeça do meu pau...não demorou muito para eu sentir a porra jorrar...sem parar...deixando aquela xotinha toda lambuzada e coberta de porra...dali fomos para o quarto dela...então ela me disse que sua família tinha viajado e voltaria só no outro dia...ficamos juntos a noite toda...acordados e fodendo...eu a comi todinha mais umas sete vezes...fodi mesmo...até meu pau ficar dolorido e esfolado...ela tanbém ficou com a buça toda arregaçada e dolorida...foi uma loucura atrás da outra...mas isso eu conto outro dia...

Tuesday, November 02, 2004

PRIMEIRO CUZINHO...

Lembro da minha primeira foda...eu tinha 12 anos e o garoto que eu comi tinha oito...ele era bem safadinho e eu mais ainda...foi assim...a gente tava no meu quarto...era um menino que vivia brincando com o grupo de garotos da nossa rua...morava umas três quadras da minha casa...meu quarto era bem pequeno...tinha a minha cama...uma mesinha e meu guarda roupa...a gente tava ali e meu pau foi ficando duro...me deu um tesão repentino...ele estava de calção e camiseta...era bem bonitinho...pele clara e bem meigo...eu também estava de shorts e sem camiseta...ele percebeu meu pau duro por baixo do shorts e ficou olhando...quando eu vi ele olhando aí me deu mais tesão ainda...passei a mão por cima do shorts e fiquei acariciando meu caralho de adolescente virgem na frente dele...ele ficou olhando paradinho...em pé do meu lado...pedi pra ele pegar...ele veio com aquelas mãozinhas e tocou no meu caralho por cima do shorts...gostou...ficou excitado também...abaixei meu shorts e ele viu minha pica...bem dura e grossinha...em fase de desenvolvimento ainda...ficou segurando e mexendo...tirei o calção dele...coloquei ele de quatro com os joelhos no chão e debruçado na cama...que bundinha perfeita...cuzinho rosadinho...bumbum redondo e lisinho...acariciei aquelela bundinha, peguei meu pau e fui metendo no rabinho dele...era minha primeira foda...assim que meu pau começou a entrar no cuzinho apertado do garotinho ele começou a gemer e a gritar que tava apertando...ele dizia: "tá apertando...tá apertando...". Então minha porra bem quente invadiu aquele rabinho gostoso...senti meu pau pular dentro dele e derramar meu leite bem quentinho naquele rabinho de menino...ele parou de gritar e ficou paradinho enquanto eu gozava...quando tirei meu pau lambuzado de porra ela escorreu pela bundinha virgem daquele garoto...foi uma única foda...pois fiquei com medo quando ele disse que iria contar para a sua mãe...

Saturday, October 30, 2004

RICARDO E CLÁUDIO

AMIGUINHOS DE INFÂNCIA...
Lembro de alguns amiguinhos que tive quando eu tinha só oito e nove aninhos...na realidade até os dez aninhos rolava umas brincadeirinhas legais...curiosidade de criança...lembro do Ricardo e do Cláudio...dois irmãos loirinhos...eles tinham uma bundinha bem lisinha e redonda...eram safados como eu...minha bundinha também era empinada...redonda e moreninha...nossos caralhinhos eram lindos...bem durinhos...a gente brincava de tocar punheta...e de trenzinho...nunca rolou penetração...mas sacanagem sim...um dia a gente foi brincar no quintal da casa deles...começou a rolar um tesão...a gente tirou a roupa e começou a brincar de trenzinho...um atrás do outro...lembro até hoje a sensação gostosa do meu pauzinho na bundinha deles e do caralho deles na minha...roçando a cabecinha...hum...que delícia que era...com o Ricardo rolou um troca troca um dia...debaixo de uma casa abandonada...ele sentou no meu pau e a gente contava até vinte...sem penetração...depois eu sentei no dele e a gente contava até vinte...gostoso...outras vezes a gente se reuniu para sacanagens...mas sempre sem penetração...éramos virgens...garotinhos inocentes...um dia fomos tomar banho num açude...no sítio de um amigo...só de cueca...nossos paus começaram a ficar duros...os outros garotos foram embora...ficou só eu e o Ricardo...dez aninhos nós dois...ele, bem safado tirou o calção e ficou pelado...começou a me provocar...eu também tirei o meu...ele começou a olhar pra mim e bater punheta...gozou olhando minha bunda e eu gozei olhando ele se masturbando...muitas vezes a gente faltou na aula pra ficar se punhetendo juntos...era uma delícia...depois que a gente cresceu a coisa mudou...e hoje somos apenas amigos e fingimos que nada disso aconteceu...

Saturday, October 23, 2004

TETÉIA E NALÚ

Lembro das minhas primeiras experiências sexuais, na realidade sacanagens...eu tinha 6 e 7 aninhos e já gostava de brincar de médico com minhas amiguinhas...elas também tinham essa idade...lembro da Tetéia...7 anos...o nome mesmo não lembro...uma menininha linda e safada...gostava de ser examinada dos pés à cabeça...mas a parte que ela mais pedia para eu mexer era a xaninha...lisinha e branca...bem fechadinha...o bumbum pequeno mas empinadinho...magrinha e sapeca...muito sapeca...meu pinto era grosinho e pequeno...eu tinha só 6 aninhos mas já ficava com ele bem duro...era bom...dava um certo prazer quando a Tetéia brincava com ele...ela gostava de acariciá-lo...éramos inocentes...era mais curiosidade do que outra coisa...um dia, enquanto eu estava examinando ela...tirei toda sua roupa...um vestidinho azul com florzinhas amarelas...ela ficou de calcinha...eu estava de shorts e camiseta...a gente estava brincando no quintal da casa dela...tinha uma mesa grande com uma toalha enorme que ia até o chão...fomos lá pra baixo...ela ficou toda peladinha..eu tirei sua calcinha e meu shorts...meu pinto estava durinho e me dava um frio na barriga de saber que a gente ia se tocar...pedi pra ela sentar no meu pauzinho de garoto...inocentemente...que delícia sentir aquela bundinha empinada roçando meu caralhinho...estava tão bom que esqueci de tudo..não cheguei a penetrá-la..a gente nem sabia o que era isso...só paramos quando a mãe dela levantou a toalha e nos pegou no flagra...foi um escândalo...o resultado não preciso escrever...
Outra vizinha gostosinha era a Nalú...louca por mim...adorava que eu tirasse suas roupinhas e beijasse seu corpinho...eu já era um tarado e não sabia...o dia em que fomos pegos foi na sua casa...eu tinha 7 anos e ela 6 aninhos...ela tinha uma xaninha bem gordinha...linda...a bundinha perfeita e era bem safada também...eu ficava com meu pintinho bem duro quando a via peladinha...a gente se abraçava...beijava...e passava a mão um no outro...até que um dia, quando estávamos embaixo dos lençois no quarto dela, sua mão entrou e levantou o lençol...a gente estava abraçado de frente um pro outro, sem roupas, e foi aquele auê...gritos e expulsão pra sempre...nunca mais pude brincar com ela...nunca...até hoje...